Eminentes e admiráveis treinadores confrontam-se aqui.
Quinta-feira, 03 DE Janeiro 2008
É uma pergunta que coloco para intervalar Matemática Financeira e História Económica. Tento então responder e começo pelas saídas:

Tudo começa pela baliza:

- Tenho de tirar um guarda-redes. Não posso ficar com apenas 1 guarda-redes até ao final da época, muito menos quando o mesmo é o guarda-redes do último classificado. Mas, qual dos outros 2 tiro ? Stojkovic ou Costinha ? Qual terá mais probabilidades de recuperar a titularidade ?

Na defesa tenho 2 problemas evidentes, um em cada posição:

- César Peixoto e Luiz Carlos. Nenhum deles é titular nem penso que poderão voltar a ser. Tiro os 2 ? Tiro só 1 ? Não tiro nenhum por serem posições com 4 jogadores ? Não sei. Para além disso, estou com receio da viagem do Léo ao Brasil depois desta jornada. E se ele não volta ? Se é vendido já em Janeiro ? Seria um revés bastante desnecessário para a minha equipa até porque nem o Grilo nem o Filipe o têm.

O meio-campo é, aparentemente, o meu sector mais estável. Contudo, não deixa de ter alguns problemas:

- O Katsouranis está a ser engolido pelo esquema táctico (ou pela inexistência do mesmo) do Camacho. Com o Rui Costa tão recuado, ele fica sempre como um jogador a mais naquela zona do campo. Para além disso, sempre que é preciso mudar alguma coisa por ali, acaba por ser sempre ele o sacrificado. Como vale 3500 milhões, sinto-me obrigado a pensar em trocá-lo.

- O Ruben Amorim, jogador que gosto bastante de ver jogar, tem 2 problemas: dificilmente marca golos e, mais preocupante (para mim pelo menos) que isso, tem jogado a lateral-direito, situação que não compensa nada. Tiro-o ?

- O Fábio Felício não é um jogador espectacular. É regular. O problema é que o Djalma e o Bruno Fogaça (este talvez seja mais um perigo para o Kanu) estão de regresso e a longa lesão do Fábio Felício mais o castigo desta semana podem criar alguns problemas no que toca à sua titularidade.

- O Romagnoli está a ser engolido tal como o Katsouranis. A diferença é que não é pelo esquema táctico do treinador mas pela forma exibicional da equipa e mesmo por alguns traumas psicológicos do seu treinador (o mesmo que me tirou o principal guarda-redes a favor de uma nova necessidade do futebol português: a emergência de novos valores nacionais. Parece que existe uma obrigação, em especial no Sporting, de lançar os miúdos para o palco principal. Dá resultados ? É provável. Cristiano Ronaldo, Nani. Mas não deveria ser feito de uma forma mais ponderada ? O que seria do Moutinho ou do Miguel Veloso se não lhes pusessem em cima dos ombros a responsabilidade de levar uma equipa ao título nacional ? Para mim é claro que ambos se estão a 'estragar'. Merecia o Rui Patrício ser já titular ? Quem são os outros guarda-redes do Sporting ? Tiago e Dani Mallo ? Ah, não. Tiago e o guarda-redes titular da Sérvia. Um jovem mas com experiência e com algumas provas dadas. Mas tudo bem, são as opções de um homem que opta por utilizar uma risca ao meio no cabelo). O Romagnoli para mim vale os 3500 milhões que me custou no início da temporada. Pode não ser capaz de marcar muitos golos mas é capaz de fazer boas exibições e não apenas de forma pontual. Esse factor aliado ao seu clube que tem obrigação de ganhar a maior parte dos seus jogos, valem 3500 milhões. O problema é que isso não aconteceu e faz-me pensar se o deva trocar ou não.

- O João Pinto é talvez a minha maior incógnita. Gosto dele, gosto de o ver jogar, é capaz de marcar golos, está num bom clube mas lesionou-se por umas semanas. Essa lesão apareceu numa altura em que entrou um novo treinador e os jogadores que estão em forma tiveram oportunidade de se afirmar. Parece que os lugares começam a ficar seguros e quando o João Pinto estiver apto não será fácil recuperar o seu lugar no 11. Quem poderia sair para o lugar dele ? O Jorginho que está a jogar a médio-ala ? O Vandinho ? Parece-me complicado. Mas a experiência dele poderá ser, ao mesmo tempo, um factor importante. O que faço então ? Tiro-o ou não ?

Na frente, a análise não é igualmente simples. Levanto questões para 3 dos 4 avançados:

- O Adriano é obviamente melhor que o Hélder Postiga. Não posso fazer a mesma afirmação em relação ao Farías porque não o vi jogar (talvez veja hoje às 15h na Liga Intercalar). Contudo, dificilmente o Lisandro sairá do lugar onde está (por razões óbvias). A única coisa que pode motivar uma mudança é a ida do Tarik para a CAN. Será que o Jesualdo apostará nesse magnífico jogador argentino de nome Mariano Gonzalez ? Ou preferirá deslocar o Lisandro para a ala (onde ele sempre jogou desde que chegou ao Porto) e apostar num ponta-de-lança de raiz ? Talvez aqui aparecesse uma oportunidade para o Adriano recuperar a titularidade que teve no ano passado, também na 2ª volta. Mas o que acontecerá quando o Tarik voltar da CAN ? Muitas questões aliadas ao receio de tirar da minha equipa um possível melhor marcador da Liga...

- O Roberto é para mim, um bom ponta-de-lança. Numa escala inferior, faz-me lembrar o Jardel dos seus tempos áureos. Mas existem vários problemas que prejudicam as suas prestações e o seu número de golos. Para começar, é jogador de uma equipa não mais que razoável. Pior do que isso, é treinado por um homem que não gosta de futebol. O que sentirá o Vieirinha ao ser treinado pelo Carlos Brito depois de ser treinado pelo Co Adriaanse, por exemplo ? Deve ser terrível. Mas, falando directamente do Roberto, é complicado manter na minha equipa um avançado de uma equipa que não joga para ganhar e que tem um treinador pouco competente. Para além disso, a direcção está à procura de um avançado. Posso ficar com um suplente da equipa que acabei de descrever.

- O Mrdakovic não é nenhum génio. Apesar disso, está numa equipa que está a jogar um futebol muito bom, com um treinador que respira futebol e que põe aqueles rapazes a jogar sempre para ganhar. Tudo isto são coisas boas e já resultaram em 3 golos para a minha equipa. Mas, eles estão à procura de um avançado. O Tiago Ronaldo e o Rabiola não servem como substitutos do Mrdakovic. Quem será que eles contratarão ? Poderá tirar o lugar ao Mrdakovic ?

Ou seja, tenho 12 dúvidas e só posso tirar 6.

Quanto aos 6 que vou contratar, ainda mais dúvidas tenho. A juntar ás dúvidas de quem vou tirar (e por isso de quem preciso de escolher para os seus lugares), tenho também dúvidas de quem escolher por cada lugar. Para cada jogador que tire, seja ele qual for, tenho mais do que uma opção para o substituir. Ao todo, tenho uma lista com 24 jogadores. Já foi maior mas continua suficientemente grande para me dar muito que pensar. E claro, ainda pode aumentar com possíveis contratações durante este mês.

E vocês ? O que farão em Fevereiro ?

O Grilo, a menos que venda o Quaresma (parece-me pouco provável e pouco lógico), apenas fará uma troca de grande relevo: Lisandro por Vieirinha. Aí gastará quase toda a desvalorização do seu plantel. De resto, não vejo onde possa mudar muito o seu plantel. Tem uns quantos elementos fracos (Costinha, César Peixoto, Paulo Machado, Yannick) que poderá trocar por elementos regulares e de qualidade mas tudo vai depender do 6º homem que escolher trocar. Pode até nem trocar algum destes que mencionei para ir buscar uma estrela. Livrando-se do Raul Meireles, do Romagnoli ou do Linz, pode ser capaz de ir buscar o Moutinho, o Rui Costa ou o Cardozo por exemplo.

O Filipe venderá pelo menos 1 defesa-lateral e pelo menos 1 número 10. Não vejo grande necessidade de mexer nos defesas-centrais nem nos avançados. Ao contrário do Grilo, penso que as suas escolhas podem surpreender de muitas maneiras. O Filipe está em posição de ir buscar quem ele quiser dependendo de quem tirar. Enquanto que com o Grilo consigo projectar um futuro plantel, com o Filipe não o consigo fazer. Penso que não tentará ficar com Quaresma nem Liedson como fez o irmão mas tentará ter mais um jogador acima da média ? Na defesa pode ir buscar Luisão, David Luiz, Polga, Pedro Emanuel, Léo, Fucile. No meio-campo, Moutinho, Katsouranis, Rui Costa, Rodriguez, Vukcevic, Romagnoli. Na frente, Cardozo. O que fará ? Tenho muitas dúvidas.

O Nuno tirará o Ricardo Fernandes por um central dos 3 grandes. Tirará o Paulo Machado e o João Pinto. Quem escolherá para os seus lugares ? É mais complicado de responder. E o Lipatin ? Deu-lhe uma grande alegria na última jornada em termos clubísticos mas mais uma enormidade de pontos desperdiçados na Liga Record. Tinha o Jogador da Semana no plantel e não o escolheu para o 11. Contudo, acho que o fez por razões óbvias, não condenáveis. Escolher um avançado que jogará contra o 1º não é, por norma, uma boa escolha. Mas, apesar de ter resolvido aquele jogo, será ele uma mais valia nos PERDIDOS ? Mas, a grande questão em relação às transferências prende-se com a estrela. Tirará ele o Liedson ? Eu passei pela mesma situação no ano passado. Mas não o tirei, não tive quaisquer dúvidas. Apostei nele desde o início, não ia deixar de o fazer a meio da época. Se corresse mal, corria a época toda. Mas ele pode não pensar assim. Ainda por cima, como reagirá o Liedson a todas estas polémicas relacionadas com ele ? O interesse de outros clubes, o aparente desinteresse do Sporting... Pode correr mal e o Nuno ficar com 9000 milhões ali, bem parados. Todas as outras contratações que ele fizer, dependerão da decisão que tomar em relação ao Liedson, por isso, não vale a pena especular mais.

O Pedro está numa posição parecida com a minha. Olhando vagamente para o plantel dele consigo identificar uma série de 'falhas': Stojkovic, Costinha, César Peixoto, Ezequias, Leandro Lima, João Pinto, Adriano. 1 guarda-redes terá de trocar pelo menos. 1 defesa-lateral penso que também trocará. O mesmo digo do número 10. Poderá optar por 1 estrela média e 5 aceitáveis ou então 6 bons jogadores, aproximadamente ao mesmo nível. Seja como for, não espero grandes surpresas.

Ao contrário da época passada, o Cláudio não tem problemas na baliza. Contudo, tem outro problema: 9 jogadores do Marítimo. E este problema limita-o semanalmente nas escolhas que faz. Como gerir 9 jogadores da mesma equipa num jogo destes ? Quer dizer, se fossem 9 jogadores do Porto, provavelmente estaria em 1º neste momento. Mas, mesmo nesse caso, poderia a vir ter problemas no futuro. A situação que me parece mais alarmante é a defesa. Em 8 defesas, 4 são do Marítimo. Alguma coisa terá de mudar ali. Depois, tem o Olberdam que está lesionado há semanas e com perspectivas não muito famosas (pelo que sei) para os próximos tempos. Nos médios-ala, o mesmo problema do Grilo: falta-lhe Lisandro. Terá oportunidade de o corrigir, talvez tirando o Fábio Felício. Depois, na frente, tem os maiores problemas na minha opinião. O mais flagrante chama-se Moses. Foi transferido. Depois, o Kanu penso que poderá ser um problema. Para além de formar uma dupla de avançados do Marítimo na sua equipa, pode também estar a perder o lugar para o Fogaça. Por fim, será que a pouca sorte que teve com o Cardozo aliada a algum desacerto do mesmo podem resultar numa venda ? A mim parece-me claro que o rapaz tem valor mas o Camacho nem sempre pensou assim e o rapaz nem sempre aproveitou da melhor maneira as oportunidades que teve. E, esta escolha (vender ou não Cardozo) pode ser importante no rumo das outras transferências.

E pronto, penso que este já foi um longo intervalo. Não tentarei analisar as transferências dos outros pois não afectam as minhas contas. Para além disso, são bem mais difíceis de pensar. Há mais falhas, mais dinheiro, muitas escolhas possíveis.

Daqui a um mês, todos terão mais certezas do que vão fazer, incluindo a minha pessoa. Até lá, continuarei a intervalar o estudo com muitas destas questões. É por isso que adoro este jogo e é por isso que o acho tão viciante.

Bom 2008 para todos.
publicado por José Oliveira às 07:41
pesquisar neste blog
 
Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
29
30